5 de agosto de 2016

[Resenha] Anjos do Universo





Autor: Einar Már Gudmundsson
Editora: Hedra
Ano: 2013
Páginas: 202

Livro cedido em parceria com a Editora



Ao ler a sinopse desse livro, não consegui saber exatamente do que ele tratava. Fiquei em dúvida se seria fantasia ou ficção científica.

Ao recebê-lo da editora e começar a ler, me deparei com uma biografia de Pálmi Örn, escrita por seu irmão, o renomado autor islandês Einar Már Gudmundsson. Como podem perceber, o título inicialmente não retrata exatamente o teor da história, mas, durante a leitura, o motivo do título fica claro.


"(...) não raros autores escrevem suas biografias em vários volumes e, portanto, acabam eles próprios nascendo só lá pelo segundo ou terceiro volume."

O autor narra, em primeira pessoa, a biografia do irmão, a quem chama carinhosamente de Páll. É um narrador já falecido, tendo em vista que a homenagem do autor ao irmão, através desse livro, foi feita posteriormente à sua morte.

Einar conta a vida de seu irmão desde o início, ou seja, do nascimento de Páll, um dia histórico para a Islândia, onde ocorriam protestos da população para decidir se o país deveria ou não entrar na OTAN.



"Ali está o céu.Ele se agita como um tapete azul escuro. Alguém sobra uma névoa verde. Espicho a mão no ar até o alto e as estrelas caem na rua, onde ficam brilhando."



Páll é esquizofrênico e, desde muito jovem, dá demonstrações de sua doença em várias passagens do livro. É interessante perceber a proximidade entre os dois irmãos, de forma que a narrativa é muito leve e natural, típica de quando um irmão vê o outro fazer ou falar algo.


No livro, o autor acompanha todos os problemas e a evolução da doença de Páll e nos conta várias situações e circunstâncias que culminam na sua internação em um hospital psiquiátrico.


"Tento entender esses traços a lápis: de que forma o tempo é desenhado, de que maneira a vida é pintada, quem é o mestre responsável por essa obra fantástica?"



A esquizofrenia é uma doença na qual a pessoa intercala momentos de lucidez com outros de delírios e alucinações e, no livro, temos as duas faces desse grande universo que é a mente humana, pelo olhar de Páll.


De forma muitas vezes desconexa e fora de uma sequência temporal, sendo fiel ao modo de pensar de Páll, o leitor tem acesso aos pensamentos de uma pessoa esquizofrênica a respeito de tudo: da vida, das relações familiares, dos amigos, das pessoas famosas e dos profissionais que lhe cuidam, dentre outros assuntos.


"A política é tornar os hospitais psiquiátricos o mais parecido com um lar, talvez porque os lares se tornaram tão parecidos com hospitais psiquiátricos."


Através dessa história, também conhecemos bastante da cultura islandesa, seus costumes, a forma como lidam com as dificuldades e com a política.
 
O autor tem lugar de destaque entre os escritores da Islândia, tendo seus livros traduzidos para mais de 30 idiomas. "Anjos do Universo" é um de seus livros premiados e recebeu o Prêmio Nórdico de Literatura pela Academia do Prêmio Nobel.


"- A gente tem sete vidas, como os dias da semana. - Mesmo se isso fosse verdade, onde está o motivo? - Brynjólfur perguntou. - Ah, sim! É que nesta vida eu sou domingo - disse." 


O livro não é apenas uma narrativa triste da esquizofrenia. Einar consegue abordar, de forma leve, vários aspectos da doença e, ao mesmo tempo, transmitir uma grande crítica de como a sociedade em geral (inclusive a própria família) erra na exclusão e na incompreensão das pessoas que sofrem com esse problema.

A capa é bem interessante e, em minha opinião, é uma analogia entre o pensamento do esquizofrênico e o título do livro. A edição está impecável, com as folhas de cor bege e fonte que proporciona uma confortável leitura.


Recomendo a leitura a quem gosta de livros nesse estilo, onde o leitor tem acesso às partes mais escondidas da mente humana.



Clique aqui e adicione Anjos do Universo no Skoob




16 comentários:

  1. Olá!!!

    Eu ainda não conhecia esse livro sabia? Confesso que não me senti atraida com o enredo não. Acho que é justamente pela forma como tudo foi descrito, não sei se me sentiria bem lendo algo no estilo, realmente não me agrada.

    Gostei da resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, não sei se eu conseguiria levar a diante a leitura. Já iniciei um livro com essa temática e fiquei um pouco abalada. Acho que a verdade é, o que os olhos não vêem, o coração não sente. Certas coisas são complicadas demais para conseguir levar a diante. Tipo, eu consigo ler todos os tipos de terror pq eu sei que é de mentira, mas livros baseados em doenças reais... Em suma, o que eu acho é que a verdade machuca e nem todos estão prontos para lidar com ela... Nossa, estou divagando demais... e olha que só li a sua resenha... que foi ótima por sinal, parabéns!

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    A capa não me atraiu, mas o conteúdo sim.
    Seria interessante saber mais sobre esquizofrenia e seus efeitos sob quem possui e quem convive com ela de perto.

    Vou dar uma olhada no preço e ver se consigo adquirir para esse mês.

    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante a história, espero que possa ler em breve! Beijos!

      Excluir
  4. Fiquei curioso para entender de onde vem a relação da capa com a história.
    Achei o plot da história bem interessante. Acho que, se o autor tivesse lançado como ficção, talvez fizesse mais sucesso. A palavra "Biografia" costuma assustar as pessoas. Adicionei ao meu skoob. Com certeza, estará entre minhas futuras leituras.

    http://www.eubrunocardoso.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Espero que goste da leitura tanto quanto eu! Realmente, sob o tema de fantasia poderia ganhar mais leitores. Mas é real demais, apesar de todos os delírios do personagem. Uma leitura ímpar!

      Excluir
  5. Olá
    Nossa gostei muito do livro, sempre gostei desse tema e lia muitos livros de psicologia e psiquiatria para tentar entender um pouco sobre os mistérios da mente, e essa é uma visão que adoraria ver, saber um pouco da esquizofrenia pelos olhos de alguém que viveu perto de uma deve sim enriquecer e ajudar quem pode está tendo que lidar com alguém assim.
    Outra coisa que me deixou bem interessada foi conhecer a Islândia, que eu acho um lugar fascinante.

    ResponderExcluir
  6. Caramba, muito interessante esse livro e eu nem conhecia. Trabalho recentemente em um consultório psiquiátrico e estou bem próxima a doenças desse tipo, então, sim, eu entendo o que você cita sobre o erro comum da sociedade em geral em relação a essas doenças. Fiquei bem curiosa em ler esse livro.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Karla...
    Nossa, não conhecia esse livro. A capa não me chamou muito a atenção, assim como a sinopse. Sinceramente, biografias não são o tipo de livro que eu gosto de ler, mesmo tendo o lado interessante que mostra a evolução de uma doença, o que me chama muito a atenção... o livro em si não me despertou aquela vontade de ler.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Apesar de não ser muito o estilo de história que eu gosto de ler, gostei de sua resenha e quem sabe num futuro eu até leia.
    Anotei a dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    O livro me despertou interesse e ao mesmo tempo receio de ler.
    Acredito que deve ser uma leitura intensa e que mexe com a gente. Não leria no momento, mas futuramente é bem possível.
    Adorei a resenha e os pontos que você ressaltou.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro de leitura lenta e densa, realmente. Sugiro que leia em um momento de muita calma, para poder compreender todos os detalhes dessa mente! Beijos!

      Excluir
  10. Olá!

    Gosto muito de ler autores nórdicos, então com certeza me interessei pela história. Ainda mais se é uma história real. Gostaria muito de fazer essa leitura, é uma ótima dica pra sair da zona de conforto e procurar algo mais forte.

    ResponderExcluir
  11. Eu não conhecia esse livro ainda, mas confesso que o enredo não é muito o meu tipo de leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiii Karla, como vai?
    Menina confesso que choraria lendo esse livro, parece ser bastante interessante e emocionante, sua resenha despertou ainda mais a minha atenção, dica super anotada mesmo <3 a edição está linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Oie
    não conhecia o livro mas sua resenha ficou muito boa e que bom que até gostou apesar de certos pontos, não é um livro que eu leria mas boa dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo