24 de novembro de 2016

[Entrevista] Raul Otuzi

Olá, queridos leitores!

O post de hoje é mais que especial, pois se trata da entrevistado mês, com o autor parceiro Raul Otuzi.

Vamos conhecer um pouco mais sobre o Raul?!




1. Quem é Raul Otuzi?
R: Uau. Que pergunta difícil... rs. Sou um cara simples, de pensamentos completos, que gosta de boas histórias, aprecia os amigos, cachorros, poesia, cerveja e o Palmeiras. Sou uma pessoa que vive em função de ter prazer e que busca inspirar pessoas.

2. Quando e como começou a escrever?
R: Comecei a escrever desde que me entendo por gente, por influência do meu querido pai. Comecei com poesia, depois parti para pequenas crônicas. Sempre li bastante e isso me ajudou a querer ser escritor.


3. Tem algum autor que considere uma referência para o seu trabalho como escritor?
R: Sempre tem. Luis Fernando Veríssimo foi minha primeira grande referência. Depois, Nelson Rodrigues.

4. Quais seus autores preferidos?
R: Atualmente, são J.M. Coetzee, Philip Roth, Chuck Palahnuik, Alice Munro e Haruki Murakami; além dos brasileiros já citados: Luis Fernando Veríssimo e Nelson Rodrigues. E mais: Clarice Lispector, Drummond de Andrade e Fernando Pessoa.

5. Fale um pouco sobre “Tristes finais para começos 

infelizes”.
R: É um livro de 25 contos que retratam os relacionamentos humanos, seus abusos e absurdos. São histórias que se caracterizam pela fluidez, verdade e ironia. Gosto de surpreender no final de cada conto, fazer o leitor se espantar e refletir. As personagens são pessoas com as quais a gente se identifica, porque são comuns, com seus sonhos e frustrações, desejos e medos, alegrias e decepções, ciúmes e esperanças. 



Resenha aqui


6. A princípio, esse parece um assunto trágico, mas, ao ler as histórias, percebemos que carregam um toque de humor. Por que escolheu essa forma de escrever?

R: Não é algo planejado. Esse é o meu jeito de escrever. Aprecio a ironia, um olhar crítico e sarcástico sobre as coisas que acontecem em nossas vidas.


7. Como foi para você escrever seu primeiro livro? Quanto tempo esse processo durou?

R: Olha, essa pergunta é ótima. Eu escrevi os contos do livro quando tinha vinte e quatro anos. O livro foi publicado quando eu tinha quarenta e três. O que aconteceu nesse meio tempo? Eu trabalhei muito com propaganda, virei pai, virei professor universitário, foi bem corrido. Até que em 2014 participei de um concurso nacional de contos da FNAC e fui um dos premiados. Com isso, fiquei muito empolgado, revisitei as histórias que havia escrito, reescrevi algumas, deixei outras intactas. Curti muito o material. Apresentei para a editora, foi aprovado e fui publicado. Uma sensação fantástica, de realização pessoal.

8. Como fez a escolha dos nomes dos personagens? E quanto às características deles, você se baseou em alguém que conheça?

R: Os nomes aparecem na minha cabeça de forma totalmente aleatória. Não preciso perder tempo com isso. Quanto às características, físicas e/ou psicológicas, sem dúvida, me inspiro em conhecidos, amigos e até inimigos... rs.


9. Tem algum personagem favorito ou que mais se identifique?

R: Gosto muito do Otávio, do conto "O inventor de profissões". É um otimista azarado. Ou algo perto disso.

10. Qual o seu próximo projeto?

R: Estou lançando meu primeiro romance agora, no dia 1 de dezembro: "Cenas de um casal publicitário: ou qualquer outro nas galáxias". É um livro que vai continuar mostrando como funcionam os relacionamentos. Quero muito que o Pacote Literário leia e resenhe a repeito. Combinado?


11. Qual o seu próximo projeto?

R: Estou lançando meu primeiro romance agora, no dia 1 de dezembro: "Cenas de um casal publicitário: ou qualquer outro nas galáxias". É um livro que vai continuar mostrando como funcionam os relacionamentos. Quero muito que o Pacote Literário leia e resenhe a repeito. Combinado?


12. Como foi para você escrever os contos? A princípio, você pensou em escrever um livro de contos ou os escreveu de forma esparsa e depois os colocou em forma de livro?

R: As histórias surgiram em minha cabeça de forma independente. Às vezes era uma pessoa que me inspirava, às vezes um comentário que alguém dizia me acendia uma vontade de desenvolver aquilo e colocar em um conto. Sem dúvida, eu me alimento da realidade e daí, carrego um pouco nas tintas.


13. Deixe um recadinho aos nossos leitores.

R: Leiam, leiam bastante. E tenham prazer. Escrevam uma linda história para as suas próprias vidas.



Raul, obrigada por sua entrevista!! O Blog Pacote Literário deseja muito sucesso no lançamento do novo livro e em todos os outros!




10 comentários:

  1. Poxa que legal, não conhecia o autor. Muito bacana a entrevista! ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem?
    Não conhecia o autor e foi muito bom saber um pouco da sua historia através da sua entrevista. Desejo sucesso ao autor e uma parceria produtiva e duradoura a vocês. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela entrevista ficou ótima.
    O livro do Raul também deve ser ótimo, li a resenha desse livro, sou apaixonada por contos e certamente a leitura seria perfeita pra mim.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Só tem feras para se inspirar...
    Acho que contos se desenvolvem mais ou menos assim como ele explicou, de uma notícia, pessoa, palavra. Apesar de ler muito, nunca me senti tentada a escrever.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Que entrevista incrível gente! Além do mais sou completamente apaixonada por esse livro, por mais que eu ainda não tenha lido, morro de curiosidade.
    Abraçosss

    ResponderExcluir
  6. Olá =) Ele demorou muito para lançar o livro depois que terminou de escreve, mais que bom que lançou. O que mais gostei foi da resposta 12, como a história surgiu para ele, como se alimenta da realidade e escreve. Que bom que ele está com mais projetos. Foi bom conhecer um pouco sobre o autor. Beijos'

    ResponderExcluir
  7. Olá! Não conhecia o autor, mas achei muito legais as respostas da entrevista. Ele parece muito simpático. Demorou bastante tempo para lançar seu primeiro livro, mas que bom que conseguiu realizar esse projeto. Desejo muito sucesso a ele. ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Hey, tudo bem?
    Adorei a entrevista! Eu gosto de contos mas acho tão difícil de resenhar. Desejo que ele tenha muito sucesso e viva a literatura nacional *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Ainda não conhecia o autor, mas adorei a entrevista com ele e fiquei super curiosa para conhecer suas obras, acho que vou gostar.
    Amei o post, parabéns pelo blog maravilhoso.
    Abraços Mary do blog Leituras da Mary

    ResponderExcluir
  10. Oi!

    Não conhecia o autor e ele parece bem simpático. Também adoro o Veríssimo e foi dos primeiros escritores que gostei de várias obras. Mt bom e sagaz. Quanto aos contos, prometo procurar ler :)

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo