11 de novembro de 2016

[Homenageado do Mês] Erico Verissimo



Nesse mês de novembro, quando completamos 41 anos de ausência de um dos mais importantes autores brasileiros,  o blog Pacote Literário traz a seus leitores uma pequena homenagem a Erico Verissimo. Autor de grandes obras, inclusive de O tempo e o vento, teve uma vida de importante engajamento político.

Vamos saber um pouquinho mais sobre esse brilhante escritor?

Erico Verissimo nasceu em 17 de dezembro de 1905, na cidade de Porto Alegre.

Filho do farmacêutico, Sr. Sebastião Veríssimo da Fonseca e da dona de casa, Sra. Abegahy Lopes, teve uma grave doença quando criança que quase lhe tirou a vida.

Estudou em um colégio em Cruz Alta e, aos 10 anos deidade, criou uma revista ilustrada e com pequenos textos, que chamou de "Caricatura".


Influenciado pela leitura de clássicos nacionais e internacionais, na adolescência Erico Verissimo foi matriculado em um internato protestante, sendo por muito tempo o primeiro aluno da turma. Quando se formou, porém, passou a sofrer com claustrofobia e pesadelos e dois anos após, teve que lidar com a separação de seus pais.

Tendo saído da escola, Erico foi trabalhar como balconista de um armazém e, depois, em um banco. Ao transcrever obras de grandes autores, se aprofundou ainda mais no mundo das artes e da literatura, tendo se tornado sócio da Farmácia Central e, depois, trabalhado como professor de Literatura e Inglês.

Em 1930, com a farmácia falida, Verissimo foi contratado como secretário de redação da Revista do Globo e convivia com Mário Quintana e Augusto Meyer, entre outros intelectuais da época.

Casou-se com Mafalda Halfen Volpe, com quem teve dois filhos, Clarissa Verissimo e Luis Fernando Verissimo.

Entre traduções e obras próprias, em 1938 nosso homenageado do mês publicou sua primeira obra de repercussão mundial. "Olhai os lírios do campo" foi traduzido para diversas línguas e, a partir de então, vieram outras obras conhecidas, como "O resto é silêncio", "O tempo e o vento", "Noite" e "Incidente em Antares".

Em 28 de novembro de 1975 faleceu vítima de um infarto. Por ocasião de sua morte, Carlos Drummond de Andrade publicou o poema "A falta de Erico Verissimo".


Algumas das obras de Erico Verissimo:



O Tempo e o Vento

A Trilogia épica O Tempo e o Vento é uma das mais importantes obras da nossa literatura, apresenta a saga da família Terra Cambará na formação do Rio Grande do Sul, compreendendo dois séculos da história.

De linguagem simples, a obra traz aspectos bem regionalistas, acrescidos de temas religiosos e políticos dentro da história rio grandense. É uma leitura bastante envolvente que vale a pena.
O Tempo e o Vento foi adaptado para a TV em uma minissérie.





Olhai os Lírios do Campo

Uma das mais famosas obras de Erico Verissimo, foi publicada em 1938.
Romance urbano que narra a história de Eugênio, que sente vergonha de sua origem humilde, cujo os pais, com muito esforço, conseguem que o rapaz se forme em Medicina. 
O romance narra a trajetória existencial de Eugênio, o lado social e seus conflitos interiores.
Olhai os Lírios do Campo teve uma telenovela baseada na obra em 1980.





Incidente em Antares

A história se passa em Antares, no interior do Rio Grande do Sul. É decretada greve geral na cidade e os funcionários do cemitério se recusam a realizar o enterro de sete mortos. E ai começa toda a história.
Com uma linguagem irônica, com toques de humor, o autor faz uma crítica social, analisando a sociedade de Antares em comparação à própria sociedade brasileira.
Incidente em Antares também foi adaptado para uma minissérie em 1994.






10 comentários:

  1. Olá,
    Achei super legal a homenagem a um escritor nacional de tamanha importância. Adorei saber um pouco mais sobre sua vida e trajetória.
    Confesso que ainda não li nenhuma obra de sua autoria, mas necessito urgente ler esses clássicos que já estão anotados na minha lista de leituras a um tempo e eu não tomei vergonha na cara para iniciar.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Bacana saber mais sobre esse grande autor. Não sabia que O tempo e o vento era dele. Vou pesquisar um pouco de cada obra pra saber por qual começar.

    ResponderExcluir
  3. Oi, meninas!

    A homenagem ficou uma graça, adorei! Um grande autor, O Tempo e o Vento é uma obra fantástica e, tanto a obra quanto o autor, com certeza merecem homagem! Parabéns, pelo post!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá meninas!
    Achei bem legal vocês fazerem essa homenagem ao autor.
    Eu confesso que nunca li nenhuma obra do autor, apesar de sempre ouvir seu nome. Tive um exemplar de Olhai os lírios do campo mas acabei doando sem ler.
    Espero um dia ter a oportunidade de ler alguma coisa dele e gostar.
    beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi, Karla. Tudo bem? Muito legal essa homenagem =D
    Bate um orgulho sabe? Do escritor ter sido aqui da minha terra <3 Infelizmente, ainda não li nenhuma de suas obras completas, mas conheço um pouquinho do trabalho. Mas como tenho alguns livros dele em casa, pretendo realizar essas leituras :)
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi meninas! Primeiramente Fora Temer rs
    Segundamente, parabens pelo post tão diferente e importante. Confesso que nunca li nada do Erico Verissimo apesar de ter curiosidade com o tempo e o vento por causa da série, quem sabe em breve eu leia. Com certeza é um autor que faz falta, foi uma grande contribuição para a nossa literatura!
    Excelente postagem, muito informativa, até para as pessoas saberem pelo menos um pouquinho de quem ele foi.
    bjs
    Dana

    ResponderExcluir
  7. Oi Karla e Fernanda.

    A homenagem que fizeram para Erico Veríssimo ficou bacana.Eu tenho apenas três livros dele, o Noite, O Prisioneiro e o Fantoche e Outros contos. Mas tenho muita vontade de ler Incidente em Antares.Minha avó tem ele e estou pensando adicioná-lo na meta de leitura para 2017.

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Que homenagem linda você fez ao autor! Confesso que nunca li nada do mesmo, mas tenho muita vontade de ler o tempo e o vento. Minha prima leu e achou maravilhosa a leitura. Eu tenho medo de não gostar da escrita ou narrativa do autor, mas acho que é meio infundado, tenho que arriscar!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Karla!

    Muito bacana sua homenagem e bem informativa aliais, parabéns pela iniciativa. Conheço as obras do autor, mas ler, ainda não tive o prazer, falam super vem de O Tempo e o Vento, tenho curiosidade para ler essa obra, mas ainda tenho certo receio, mas acredito que só lendo para saber se vou me adaptar ao estilo do Erico e ao enredo, enfim, parabéns novamente pelo post!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Karla, é sempre bom ter um pouco mais de informação sobre escritores brasileiros. Obviamente que eu como muitos brasileiros já conhecia Erico Veríssimo, contudo nunca li nada de sua autoria apesar de já ter ouvido maravilhas sobre sua obra. Tenho interesse em ler O Tempo e o Vento, mas sempre tive receio de ser uma leitura mais cansativa, vou procurar saber mais :)

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo