2 de maio de 2017

[Resenha] Bullying - Eu sofri. Eu pratiquei. Eu hoje conscientizo


BULLYING - EU SOFRI. EU PRATIQUEI. EU HOJE CONSCIENTIZO
Autor: Mar' Junior
Editora: Novo Ser
Ano: 2012
Páginas: 125

Livro cedido em parceria com o autor


Sinopse: Mar'Junior nos brinda com este livro corajoso, em que desnuda não só o que sofreu, mas o que fez sofrer. 'Mar' faz desse sofrimento pessoal matéria-prima para que o sofrimento - pelo menos dos tão jovens - seja cada vez mais banido dos seus ambientes. No momento em que tanto se fala do bullying, este é um livro que, não apenas deve ser lido, mas que precisa ser lido.



Oiee!

Hoje trago a resenha de um livro que aborda um tema muito sério, o bullying, recebi do próprio autor, me surpreendi com suas palavras e quero dividir aqui com vocês.



Em Bullying - Eu sofri. Eu pratiquei. Eu hoje conscientizo, o autor compartilha sua própria experiência de vida. Mar' Junior conta sua história desde antes de seu nascimento e sua infância bastante sofrida.

Desde criança, com um pai bastante violento, já começa a sofrer bullying dentro de casa. Um pai que usou muitos adjetivos pejorativos, entre eles "burrinho", o qual marcou muito a vida da criança, que se sentia incapaz.

A violência não parava ai, sua mãe também era uma vítima. Uma mulher bastante corajosa, que criou os filhos dentro desse ambiente, dedicando todo amor que poderia dar.


“Uma das coisas que aprendi é que nossas palavras têm força e têm poder. Se você as recebe e fica quieto, possivelmente você terá este resultado, sendo para o mal ou para o bem.”

Na juventude, ele passou a praticar bullying com outras pessoas, mas não é algo do qual se orgulha. Acho que tal comportamento passou a ser um mecanismo de defesa, de mostrar que era capaz de impor respeito. Uma das consequências do bullying.


Acompanhamos toda trajetória do autor, seus atos e sua conscientização. E é uma transformação que mexe com a gente. 



Muitos podem achar que o tema já esteja meio batido, mas é importante e muito sério e a oportunidade de discutir e poder passar um pouco de uma experiência como essa é bastante valiosa.

Outro ponto que quero dar destaque é que, durante a leitura do livro, o autor fala que entendeu os atos do pai e que deve ser perdoado. Confesso que fiquei bastante chocada em alguns pontos da leitura e não sei se teria essa força do Mar', por isso o admiro.

E admiro seu trabalho junto daqueles que passaram ou passam pela mesma situação.

Recomendo!


“A mudança começa quando acreditamos que nós podemos ter a ação de transformar vidas.”


Clique aqui e adicione Bullying - Eu sofri. Eu pratiquei. Eu hoje conscientizo. no Skoob

Acompanhe o autor

Para adquirir


2 comentários:

  1. Oie!
    Acho que bullying nunca deve ser considerado um assunto batido, pra mim, é algo que deve ser constantemente falado e discutido.
    Recentemente vi aquela série 13 Reasons Why, e fiquei muito impressionada. É uma série que faz você debater e refletir muito, e é fundamental. Eu sinceramente não vejo como algo negativo, como algo que "dê ideia" pra quem não está bem. Eu acho que tem sempre que ser mostrado e discutido, pq é algo real, constante e perigoso.
    Não conhecia esse livro aí, mas com certeza vale a leitura. Valeu pela dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Bullying é um assunto que causa (ou deveria causar) nó no estômago de qualquer pessoa! Achei importante o modo como o autor fala, que foi tão sofrido quando ele era a vítima e a imensa culpa que parece sentir de quando praticou. Quero ler, pois adoro ver os dois lados das histórias.

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo