30 de junho de 2017

[Resenha] Nossas Noites


NOSSAS NOITES
Autor: Kent Haruf
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2017
Páginas: 160

Livro cedido em parceria com a Editora
Sinopse: Em Holt, no Colorado, Addie Moore faz uma visita inesperada a seu vizinho, Louis Waters. Viúvos e septuagenários, os dois lidam diariamente com noites solitárias em suas grandes casas vazias. Addie propõe a Louis que ele passe a fazer companhia a ela ao cair da tarde para ter alguém com quem conversar antes de dormir. Embora surpreso com a iniciativa, Louis aceita o convite. Os vizinhos, no entanto, estranham a movimentação da rua, e não demoram a surgir boatos maldosos pela cidade. Aos poucos, os dois percebem que manter essa relação peculiar talvez não seja tão simples quanto parecia. Neste aclamado romance, Kent Haruf retrata com ternura e delicadeza o envelhecimento, as segundas chances e a emoção de redescobrir os pequenos prazeres da vida que pode surpreender e ganhar um novo sentido mesmo quando parece ser tarde demais.




Olá! A resenha de hoje é sobre o livro Nossas Noites, de Kent Haruf, último dos seis romances publicados pelo autor antes de sua morte, em 2014.

Essa delicada história se passa no Colorado, estado de origem de Kent, e narra os encontros de Addie Moore e Louis Waters, dois idosos que começam a passar as noites juntos para aplacarem a solidão que penetrou suas vidas desde o falecimento dos seus cônjuges.



O que você acharia da ideia de ir à minha casa de vez em quando para dormir comigo?
O quê? Como assim?
Bem, é que nós dois estamos sozinhos. Já há muito tempo. Há anos. Eu me sinto sozinha. E acho que é possível que você também se sinta.

Apesar de serem vizinhos há décadas, os dois não conhecem muito sobre a vida um do outro. Porém, todas as noites, Louis pega seus objetos pessoais e vai para a casa de Addie. Os dois tomam um drinque, se trocam e se deitam, conversando até dormirem.



Entretanto, como em toda cidade pequena, não demora muito para começarem a surgir boatos sobre esses encontros.


Eu agradeço. Mas eles não vão conseguir me magoar. Vou aproveitar as nossas noites juntos. Até quando elas durarem.

Addie e Louis enfrentam a resistência da sociedade e de sua família, que acha vergonhoso o que acreditam que os dois septuagenários estão fazendo. Enquanto isso, sua amizade se fortalece e resgata a esperança dos velhinhos.

A cada noite eles vão descobrindo sobre os amores e desilusões e tornando-se amigos, afastando a lembrança de suas culpas e dores. Tornam-se íntimos como um casal que convive há muitos anos.


Imagino que nós vamos ter que ficar assim, separados, a noite inteira.
Vou mandar bons pensamentos aí para o seu lado.
Tente não ter pensamentos muito picantes. Pode atrapalhar o meu descanso.
Nunca se sabe.


O que duas pessoas esperam da vida aos setenta anos? Tendo cumprido um ciclo de estudo, trabalho, casamento e criação dos filhos, o que resta? Será que os filhos entendem que os pais são adultos, com direito de viver e necessidades alheias aos seus desejos?

Detesto quando você fala assim. Me deixe, pai. Sou eu que decido quando viver minha própria vida.
Isso vale para nós dois. Vamos fazer disso um trato? Um pacto de paz?

Essa é daquelas histórias que enchem nosso coração de ternura. Louis e Addie mostram que o amor pode surgir e estar onde menos se espera e que nunca é tarde demais para buscar a felicidade.

Muito bem escrito e com uma linda capa, esse é daqueles livros que lemos de uma vez, mas ficamos por dias retornando aos personagens. Fiquei com muita vontade de ler mais coisas do autor.

História encantadora!!

Beijos ;)

Clique aqui e adicione Nossas Noites no Skoob




10 comentários:

  1. Estou cada vez mais curiosa, quero muito ler esse livro! Resenha maravilhosa 😊 O livro é fofo e serve como autoajuda para nós nessa sociedade que julga sem limites.
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Nossa, adorei! Apesar de não curtir livros com essa temática, esse me pegou. Parece ser uma história incrível e a relação de Addie e Louis parece ser linda de acompanhar. Imagino o quanto tenha sido chato ser motivo de comentários maldosos, mas espero que eles superem tudo e fiquem juntos *-*
    Dica anotada <3

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Gosto de enredos que fujam do lugar comum. Vc pode perguntar onde um romance foge do lugar comum? Nos personagens, óbvio. A mocinha não é mocinha. É uma senhora, madura, experiente, que não está em busca do romance do milênio. O mocinho não é um formoso e musculoso homem de negócios. É um homem "real", de carne e osso que viveu seus 70 anos plenamente.

    O autor foi de uma delicadeza ímpar ao criar um fato que as pessoas preferem ignorar: idosos ainda estão vivos e merecem a felicidade tanto quanto adolescentes.

    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Não conhecia o autor, então muito menos que faleceu relativamente há pouco tempo.
    O que mais me chamou atenção no que você falou sobre o livro é que ele é daquele que lemos em uma sentada, mas a história fica por muito mais tempo em nossa mente.
    O enredo me passa a sensação de ser uma história singela e de muita ternura. Fiquei muito curiosa para conhecer a história.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o autor e nem a obra, mas quero mudar isso rapidamente!
    Muito bom conhecer a obra através de sua resenha. Parece uma história completamente diferente do que costumo ler ou achar por aí! Fiquei curiosa com o final da história e com a beleza que envolve essa história.
    Parabéns pela resenha!

    beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Ah! Ao livros assim, o enredo parece ser muito meigo e realmente de aquecer o coração. Não conhecia a obra e fiquei muito curiosa para saber como surgirá a amizade desses vizinhos e suas histórias de vida.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  7. Olá.

    Eu recebi esse livro do parceiro e não sabia que a trama era assim tão intrigante. Se fosse pela capa, com certeza não ia ler esse livro ahahahaaha mas a trama parece ser muito boa e em breve vou estar lendo. Espero gostar assim como vc!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não conhecia esse livro, mas parece ser tão lindo. Raramente leio histórias onde idosos são protagonistas, espero poder ler logo, obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
  9. Oii!

    Eu só vi a capa desse livro, mas não cheguei a ler aind, na verdade é a primeira resenha e já fiquei encantada. Sua resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Não conhecia o livro, mas fiquei encantada com a história. Nunca é tarde para buscar a felicidade e encontrar o amor... deve ser uma história comovente.
    Beijos

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo