26 de julho de 2017

[Resenha] Esta é a minha confissão

ESTA É A MINHA CONFISSÃO
Autor: Thiago Savelli
Editora: Chiado
Ano: 2017
Páginas: 224

Livro cedido em parceria com o Autor


Sinopse: A história começa com um homem em casa sozinho esperando os amigos. É uma noite especial. Todos conseguiram arrumar um espaço na agenda atarefada para matar a saudade, mas o anfitrião tem um motivo a mais para tornar a reunião ainda mais importante. 
Ele pretende aproveitar o evento para entregar a um dos amigos uma carta. A confissão de algo terrivel que ele pretende fazer, uma despedida e mais do que isso, uma explicação.
A noite começa bem divertida. Quando os amigos chegam, é só diversão e risada. Mas conforme a noite avança e a urgência para entregar a carta aumenta, o protagonista esquece a presença dos amigos e só mergulha no seu proprio pensamento. 
Afinal, ele precisa tomar uma decisão antes da noite acabar.





Venho contar para vocês um pouquinho da história desse livro interessante, que me arrancou algumas risadas e me deixou apreensiva em alguns momentos.

Thiago conta a história de um homem que, a princípio, não se identifica. Ele é escritor, mora sozinho e aguarda a chegada de seus cinco amigos para mais uma noite de jogos.

"Mas então porque eu escrevi os livros? Os dois últimos vieram em consequência do primeiro. Eu nunca me achei um 'escritor'."

Eles se reúnem uma vez por mês, cada um deixando de lado suas vidas pessoais para estarem juntos, nem que seja por pouco tempo.

O personagem principal deixa o leitor apreensivo a todo momento, pois tem uma carta com sua confissão, que quer e precisa entregar a um dos amigos ainda naquele encontro.




Paralelamente aos acontecimentos da noite, o personagem nos conta um pouco de sua própria vida, de sua inabilidade em lidar com sua mãe, de seus dramas familiares em geral, de suas manias e de sua dificuldade em lidar com coisas naturais da rotina diária.

Nesse ponto, acho que o autor devaneia muito! Em alguns momentos, ele mesmo reconhece isso com frases semelhantes a "já estou voltando ao tema, disse isso apenas para explicar" ou "acho que fugi do assunto mais uma vez".

É comum acontecerem devaneios nos livros, mas nesse livro fiquei realmente confusa em vários pontos, principalmente quando observei que não tinha qualquer ligação entre o assunto original e o tema sobre o qual o autor falava no parágrafo seguinte.

Isso me deixou um pouco perdida na leitura por vários momentos e tive que reler alguns trechos para entender a ideia do autor.

"E para as pessoas queridas que o amavam. Eu nunca fui a favor da pena de morte. É engraçado como seus pensamentos flutuam de um para o outro. Sem muito nexo. Mas tem nexo. Estamos falando de morte afinal."




Algo que achei muito original no livro foi o personagem ter criado uma espécie de competição, ou "fórmula básica", como chama o autor, para ver qual deles era mais feliz.

Os quesitos são poucos: se tem alguém para amar, se tem algo para fazer e se tem algo para realizar, para a qual ele atribui um ponto em cada um. 

Ele analisa cada um dos amigos de acordo com os seus valores e explica os motivos e tais "notas", o que achei bem interessante.

Após cada análise, ele concluía se o amigo em questão seria ou não um bom candidato a receber a carta.

"Mas a pergunta mais importante é: ele é um bom candidato para receber a carta? Todos são, na verdade, senão não estariam aqui."

Outro ponto diferente que notei no livro foi que ele não menciona os nomes dos amigos, tratando-os inicialmente como "O primeiro a chegar", o "Segundo a chegar" e depois por seus apelidos, como "O Aposentado" e "O Pai", por exemplo.

O livro é narrado em primeira pessoa e se desenvolve entre as conversas com os amigos, as histórias pessoais do narrador e os seus devaneios, além dos pensamentos e sentimentos do autor sobre cada um de seus amigos.

Não posso falar mais detalhes para não dar spoiller, mas o final do livro, em minha opinião, não finalizou a história, o que me incomodou bastante, mas indico a quem curte tramas desse tipo.



Clique aqui e adicione Esta é a minha confissão no Skoob




Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo