15 de outubro de 2017

[Filme] Estrelas além do tempo


Gênero: Drama/Não ficção
Ano: 2017
Elenco:  Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Janelle Monae, Kevin Costner, Kirsten Dunst, Jim Parsons 

Gente, que filme é esse???

Sim, leitores queridos! Hoje começo de forma um pouco diferente o post de indicação, pois o filme merece todas as minhas homenagens, pois é maravilhoso, perfeito e muito real!

Dirigido por Theodore Melfi, o filme, que se passa na década de 60, nos conta a história real de 3 matemáticas que conseguem um emprego na Nasa. Não apenas por serem mulheres, mas também por serem negras, vocês já podem imaginar o quanto sofrem para que o seu trabalho seja reconhecido.


Confesso que me interessei pelo filme primeiramente, pelas indicações ao Oscar e, principalmente, por ter Octavia Spencer no elenco. Ela desempenha inicialmente o papel de Dorothy Vaughn, uma das calculadoras da Nasa (sim, existia essa profissão, já que ainda não havia a facilidade de acesso a máquinas para esse trabalho).

Mas, no decorrer da trama, quem se destaca ainda mais é Katherine Johnson, encenada por Taraji P. Henson. Desde muito nova, ela é considerada um primor na matemática e, tendo uma oportunidade no setor correto, ajudará a desvendar os cálculos que levarão o primeiro foguete tripulado à órbita no planeta.

Não posso deixar de citar a também super importante personagem Mary Jackson, interpretada por Janelle Monae que, após uma oportunidade no setor de engenharia, vence todos os preconceitos da época e, na justiça, consegue o direito de estudar e se tornar a primeira engenheira negra da única faculdade de que a Nasa aceitava tais profissionais.

Com esse trio de peso, a história se desenvolve entre tentativas e erros. Vencer a corrida espacial contra a Rússia era o principal objetivo do presidente norte-americano e essas três mulheres negras importantíssimas na história tiveram papel decisivo para a vitória do país.

Elas enfrentam todo tipo de preconceito, desde a utilização de banheiros exclusivos para negras, críticas dos vizinhos e de pessoas próximas sobre o excesso de trabalho e estudo, o descrédito de que o trabalho tenha sido realizado por elas e o boicote de colegas menos talentosos, entre outras ocasiões lamentáveis que, infelizmente, ocorrem até a atualidade.

Tal repressão contra as mulheres e o racismo eram considerados muito comuns. Mas quando relatados ao chefe da expedição, Al Harrinson, vivido por Kevin Costner, sob a ótica de como tudo isso atrapalha o desenvolvimento do trabalho dentro da Nasa, ele passa a resolver os problemas e empecilhos de tudo isso pessoalmente, o que gera, inclusive, uma cena impensável de se ver.

Confesso que é delicioso saber que se trata de uma história real e que essas guerreiras de fato existiram. É de conhecimento geral que a segregação racial nos Estados Unidos faz suas vítimas até a atualidade e saber que tem muita gente "remando contra essa maré" do preconceito me traz grande alívio.

Dorothy Vaughn, Katherine Johnson e Mary Jackson

No Brasil não é diferente, ainda temos muito a conquistar e esse filme com certeza é uma grande inspiração para homens e mulheres, negros e brancos, em fim, para todas as pessoas que têm sonhos e ainda resta alguma dúvida sobre lutar para realizá-los.

O melhor de tudo é que, apesar de ser um tema muito difícil de se falar sem causar choque e dor, a abordagem do filme é extremamente leve e, em alguns momentos, até bem humorada!


O filme recebeu 3 indicações ao Oscar 2017, sendo uma de Octavia Spencer como melhor atriz coadjuvante e uma de Allison Schroeder e Theodore Melfi como melhor roteiro adaptado, além de melhor filme.

Infelizmente, o filme não levou nenhuma estatueta, mas, tendo assistido ao filme vencedor e a outros indicados, posso garantir que se cometeu grande injustiça, em minha opinião.

O filme é tocante, sensível, de um bom gosto incrível e, certamente, entrou para a minha lista de favoritos da vida! Recomendo a quem curta este estilo de história e a todas as pessoas que queiram ser inspiradas por essa trama sem ressalvas!

E você, teve já assistiu ao filme ou ele se encontra em sua lista? Conte-nos abaixo, nos comentários!





4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Eu também acho este filme maravilhoso. Incrível a luta dessas mulheres para trilharem seus caminhos, a força de vontade e determinação que elas possuíram. Aquele momento em que ele pergunta o por que de, sempre quando precisa dela, ela nunca esta lá e ela diz tudo o que manteve preso até então, achei lindo. A fotografia também é muito bela. É um filme com excelente elenco e que nos faz refletir! Adoro!

    ResponderExcluir
  3. Eu AMEI este filme e também recomendo muito
    Injustiça não ter ganho Oscar de melhor filme. As atuações estavam ótimas.
    Filmaço!!
    Adorei o post e concordo com você
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. A história de Estrelas Além do Tempo é quase a garantia de suas indicações, com merecimento a meu ver, por ser tão relevante e bela. Adoro ler livros, cada um é diferente na narrativa e nos personagens, é bom que cada vez mais diretores e atores se aventurem a realizar filmes baseados em livros. Também adorei 7 Minutos Depois da Meia Noite é um dos melhores filmes baseados em livros, porque tem toda a essência do livro mais sem dúvida teve uma grande equipe de produção. É muito inspiradora, realmente a recomendo.

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo