25 de setembro de 2017

[Série Indicação] Designated Survivor



Oi pessoal!

Na coluna de hoje, retorno ao mundo da política americana com “Designated Survivor”. Trata-se de uma produção do canal norte-americano ABC; em outros países, a produção é exibida pelo Netflix. Estreante na temporada 2016/2017, a série completou a primeira temporada com 21 episódios; a segunda temporada está confirmada.

“Designated Survivor” acompanha a história de Tom Kirkman, um funcionário de baixo escalão da Casa Branca, que acaba por assumir o cargo de presidente dos Estados Unidos depois de um atentado terrorista, que provoca a morte de grande parte dos integrantes do governo americano. O título da série (“Sobrevivente Designado”, em tradução livre) é uma referência ao fato de que o protagonista é o sobrevivente apontado para assumir a administração do país depois da tragédia. Inicialmente despreparado e inseguro, Kirkman cresce como presidente ao longo da temporada, enfrentando crises de diversas naturezas (domésticas, políticas e militares, para citar algumas). A relação dele com a família  (sua esposa Alex e seus dois filhos) também é mostrada, bem como seus conflitos com os colaboradores da Casa Branca e com a imprensa.


Outro núcleo importante da série gira em torno da investigação do ataque a Washington. A saga da agente Hannah Wells e seus pares para desvendar o atentado é parte considerável do enredo e naturalmente se integra ao arco principal da história.

Mesmo que possa parecer mais do mesmo para aqueles que acompanham séries americanas “presidenciais”, como “House of Cards” e “Scandal”, “Designated Survivor” possui premissas e argumentos bastante interessantes, que poderiam ser melhor aproveitados pelos roteiristas. Os diálogos parecem um pouco didáticos demais em algumas situações, o que talvez seja justificado pela necessidade de explicar ao espectador o intrincado sistema político americano.


Para mim, os personagens principais, como o próprio Kirkman (Kiefer Sutherland), carecem de personalidade, considerando que fazer política demanda uma boa dose de perspicácia. Outros personagens, como Emily Rhodes (Italia Ricci), fiel escudeira do presidente, poderiam ser melhor desenvolvidos; muitas vezes, ficamos com um gostinho de “quero mais” quanto à história dela. Dessa forma, personagens secundários se destacam, como o divertido Seth Wright (Kal Penn), redator de discursos da Casa Branca, a excelente Kimble Hookstraten (Virginia Madsen), congressista que auxilia Kirkman na nova administração, e a própria Hannah Wells (Maggie Q, em ótima atuação), que é responsável pelos momentos de ação mais tensos da série.

Ainda assim, “Designated Survivor” tem seu valor, uma vez que é ousada e trata de temas caros àqueles que gostam do cenário político dos Estados Unidos, como eu. Espero que a segunda temporada, que deverá estrear em setembro/outubro de 2017, mantenha o espírito corajoso e apresente um maior desenvolvimento de personagens.


E vocês? Já assistiram? Gostam de séries políticas? Contem pra gente nos comentários. Até a próxima!


22 de setembro de 2017

[Resenha] Os Fantasmas do Espelho


OS FANTASMAS DO ESPELHO
Autor: Paulo Mateus
Editora: Independente
Ano: 2017
Páginas: 151

E-book cedido em parceria com o autor


Sinopse: Os Fantasmas do Espelho é uma coletânea com dez contos de terror e suspense. São eles:O Novo Brinquedo: Sofia recebe um novo brinquedo de presente da sua mãe, uma simples boneca de pano pequena e colorida. No começo tudo é alegria e diversão, mas ela logo descobre que aquilo não é uma simples boneca. O Totem: Ele é um ávido colecionador de objetos raros e antigos, ao viajar para uma remota região da África e entrar em contato com a tribo Sualani ele obtém mais um precioso objeto para a sua coleção. Mas isso trará sérios problemas quando retornar da viagem, principalmente para o seu filho. Alpha o Assistente Pessoal: Arthur teve a sorte de recuperar o seu celular perdido, mas ao verificar se os seus arquivos pessoais não foram roubados ou invadidos ele descobre um estranho aplicativo instalado no celular. Um aplicativo capaz de realizar coisas incomuns. Os Fantasmas do Futuro: Lucas acorda, vai ao banheiro e se prepara para mais um dia de trabalho. Tudo parecia ser um dia normal em sua vida até que ele entra em seu apartamento, pessoas estranhas estão lá e começam a fazer testes com ele. Um Dois Três: Laura e Rafael se mudam para um novo apartamento, ainda faltam muitas coisas para arrumar e o chão ainda está cheio de caixas de papelão, mas eles estão ansiosos por começar a vida naquele lugar. Mas as coisas ali não são tranquilas como eles esperavam. O Vendedor de Pesadelos: Pedro estava voltando do trabalho quando para no meio da estrada por causa de um carro suspeito, ele é atacado e seu corpo fica inerte no chão, mas aquilo não era um assalto. Era apenas uma coleta de memórias para um projeto muito maior. Não Olhe: Por causa de uma chuva forte Clara acaba indo parar dentro de uma loja de antiguidades, tudo ali parece ser absolutamente normal, exceto por um estranho objeto que ela acaba levando consigo quando sai da loja. Um objeto que vai mudar a sua vida para sempre.O Sussurro dos Espíritos: O tempo quente e úmido era propício para as árvores, que esticavam seus galhos em direção à casa, como mãos querendo se agarrar nas paredes e nas janelas. Quando a noite cai estranhos sons começam a ecoar para o interior da casa, como se alguma coisa estivesse se movendo lá fora.Os Olhos da Noite: Victor e Nicolas recebem uma ocorrência de disparos ocorrendo no parque da cidade, é noite e não há lua cheia, tudo está extremamente escuro. Munidos apenas com suas lanternas e suas armas eles entram no parque, mas as coisas se tornam mais estranhas a cada minuto que ficam lá. Carolina: Aparentemente ela é uma cidade pequena e simples, com carros velhos demais nas ruas e pessoas estranhas caminhando pela calçada, mas eles estavam apenas de passagem, precisavam apenas dar uma olhada em uma casa. Mas quando param para comer alguma coisa tudo muda.




Olá! A resenha de hoje é do livro “Os fantasmas do espelho”, do autor Paulo Mateus, parceiro do blog. Essa é a segunda obra do Paulo que leio e a minha resenha da distopia “Fuga para o Paraíso” pode ser lida aqui no blog.

O autor transitou bem entre a distopia e o terror/suspense, mas a minha indiscutível preferência pelo segundo gênero me deixou especialmente satisfeita com a leitura dessa coletânea de contos. Aliás, alguns contos têm um pouco de ficção científica, deixando tudo ainda melhor.




Vou falar um pouco sobre os meus contos preferidos: “O novo brinquedo” e “Não olhe”.

O novo brinquedo” abre o livro com a menina Sofia e sua nova boneca, que é linda, divertida e representa tudo o que a menina sempre quis. Tudo perfeito, até que se torna em algo assustador. A menina acorda sentindo que algo está errado e aquela boneca é a razão disso acontecer.

"Ela acordou em um sobressalto, devia ter sonhado alguma coisa, um pesadelo provavelmente, mas não conseguia se lembrar. Seus olhos estavam abertos e as cobertas não estavam sobre seu rosto, mas mesmo assim não conseguia ver nada além de sombras e formas indistintas."

Eu fiquei atordoada com o que pareceu ser o final, mas não era. Pensei “ah, ele estragou o conto”, mas não esperava pelo que estava por vir. Excelente!!

Não olhe” começa construindo uma imagem que, para mim, já é assustadora: um dia de chuva e um antiquário. O cenário digno de calafrios é um dos pontos altos do conto. Como boa história de terror, eu ficava apreensiva com os mínimos detalhes. A expressão “BEM-VINDO” no tapete da porta do antiquário, por exemplo, parecia um convite para algo assustador. E era! Clara encontra um objeto e, claro, leva para sua casa, mudando sua vida a partir dali.

"Clara se virou para o espelho novamente com os dois braços estendidos diante de si, mas ao fitar os seus olhos e o reflexo de seu rosto ela quase se deixou cair no chão de desespero. Sua face estava (...)"

Não vou contar mais, só posso dizer que esse conto tem o personagem que mais odiei no livro. 



Os contos são curtos, mas na medida certa. Entretanto, algumas histórias deixaram um gostinho de quero mais (mérito do autor). Recomendo para fãs de terror e suspense apreciarem sem moderação. Aos não tão fãs, leiam também, mas preparem seu coração!

Beijos e até a próxima!!



Clique aqui e adicione Os Fantasmas do Espelho no Skoob




© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo