27 de fevereiro de 2016

[Série Indicação] - How to Get Away with Murder



Oi gente! O post de hoje é para indicar uma série muito, mas muito legal, que eu assisto e super recomendo: a premiadíssima How to Get Away with Murder. O melhor é que está disponível pelo Netflix!

Comecei a assistir por indicação de um amigo e fiquei tão viciada que terminei a primeira temporada em poucos dias.

Trata-se da história da vida de Annalise Keating, uma professora de Direito Penal da fictícia Universidade de Middleton, na Filadélfia que, na profissão de advogada, defende seus clientes de todo tipo de crime.

Na Universidade, ela ensina seus alunos a elaborarem as defesas dos casos mais complicados de seus possíveis clientes e seleciona os melhores alunos da sala para irem trabalhar em seu escritório. Assim, divide entre eles os casos e as suas estratégias para vencer.

O escritório de Annalise funciona anexo à sua casa e, por isso, a vida pessoal dela se mistura com a vida profissional e quem assiste tem acesso aos seus dramas, tragédias e problemas pessoais e familiares.

A série começa a "esquentar" quando Sam Keating, renomado psicólogo e marido de Annalise parece estar envolvido em um crime e, ao mesmo tempo, ela tem encontros secretos com um detetive.

A vida pessoal e profissional dos advogados, estagiários e clientes começam a se misturar de uma forma única e a série, de investigativa, passa a ter toques de suspense. Não posso deixar de mencionar sobre a carga dramática das histórias dos personagens, desempenhada com sucesso por todos os atores.



 A série é tão sensacional que rendeu à atriz principal, Viola Davis, o Emmy de melhor atriz em série dramática, deixando para trás algumas das maiores atrizes dos Estados Unidos.

Ao receber o prêmio, atriz desabafou sobre como se sente diante do racismo que ainda existe no país, fato que se comprova a cada prêmio onde negros não são indicados. Este foi o primeiro Emmy dado a uma mulher negra, fato que Viola Davis não deixou de mencionar em seu discurso. "A única coisa que separa mulheres de cor de qualquer coisa é a oportunidade", disse ela.

Já estou contando as horas para assistir à segunda temporada!!

Confira o discurso na íntegra:





25 de fevereiro de 2016

[Resenha] - A Deusa de Anília e Outras Histórias




Autora: Claudia Miqueloti
Editora: Litteris Editora
Ano: 2015
Páginas: 183
Avaliação: 4/5


Hoje trago para vocês "A Deusa de Anília e Outras Histórias", da autora Cláudia Miqueloti, nossa parceira aqui do blog.

Vou começar falando da capa, que achei muito bem feita; na escolha da cor, o castelo e o rosto da moça. Gostei bastante!

O livro é dividido em quatro histórias distintas entre si; e se você curte o universo fantástico com certeza vai adorar.

Vou contar um pouquinho de cada uma: 

A Deusa de Anília
Primeira história, que dá título ao livro. Um vilarejo à beira mar sofre com tempestades e destruições, causados por um terrível dragão. Krisna, considerado uma deusa por seus moradores, é forte e corajosa e fará de tudo para proteger e salvar seu povo.

 A Maldição de Gohran
Uma cidadezinha sofre com a terrível maldição de um dragão (Gohran) em que, a cada cinco verões, devora o primeiro filho de uma das famílias.
É formado um exército para enfrentar Gohran e livrar a cidade da maldição. Porém, um segredo é revelado, o que acabará mudando o destino de todos.

Mielim e a Harpa Encantada
A terceira história se passa em uma aldeia de elfos, a qual é protegida por uma harpa, não havendo maldades. Só que um dia, a harpa é roubada, deixando a todos desprotegidos.
Uma equipe é formada e sai em missão de encontrar a harpa. Mielim, muito corajoso, mesmo contra a vontade de seu pai, resolve se juntar à comitiva, onde muitas surpresas virão.

O Inferno de Razhenda
Aqui temos Kallinger, um andarilho contador de histórias, que aceita a missão de resgatar a filha do rei. Junto de seus companheiros, ele narrará muitas aventuras e perigos durante a sua missão.

Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo
Nessa história temos um grupo de aventureiros, que saem em busca de alimento e dinheiro. No caminho enfrentam muitos obstáculos e perigos.



As histórias são bem leves e cheias de aventuras. Eu, particularmente, não leio muitos livros de fantasia, mas este me surpreendeu, quando vi, fui fisgada por seus personagens.

Difícil escolher entre uma delas, mas a que mais gostei foi a com os elfos e o corajoso Mielim. 

Outro ponto que gostei, foi a escolha dos nomes dos personagens, achei diferentes e criativos. Cheguei até a perguntar para a autora sobre isso.

Adorei a escrita: envolvente e cativante! É muito bom conhecer novos talentos, e a Claúdia é muito atenciosa com seus leitores.

Em breve teremos entrevista aqui no blog com ela. Não percam!

Termino minha resenha encantada! E indico a todos que adoram viajar em universos fantásticos.



Clique aqui e adicione A Deusa de Anília e Outras Histórias no Skoob



20 de fevereiro de 2016

[Resenha] - Como Falar Com um Viúvo



Autor: Jonathan Tropper
Editora: Sextante
Ano: 2010
Páginas: 272


O livro nos conta a história de Douglas Parker, vulgo "Doug", um jovem redator de 29 anos, descomprometido com sua vida e sua carreira, para total desespero de seus pais.

Seu mundo muda totalmente quando conhece Hailey, que tem 40 anos e um filho adolescente, Russ. Tudo fica melhor com a presença deles em sua vida, mas então, uma tragédia retira dele Hailey, o que o deixa absolutamente sem chão.

Russ começa a se meter em grandes confusões desde que perdeu a mãe porque não quer morar com seu pai, que tem uma nova família e uma esposa que não gosta dele. Isso faz com que Doug seja a única pessoa no mundo que lhe resta para pedir ajuda.

Para tentar homenagear a esposa, Doug começa a escrever artigos sobre ela e é reconhecido por isso e Claire, sua irmã gêmea,  se muda para sua casa e começa a lhe dar conselhos (dos mais engraçados), para que ele saia do estado de luto em que se encontra.

Além de tudo isso, Doug tenta superar o fato de que sua irmã Debbie conheceu seu esposo durante o velório de Hailey, o que o deixa revoltado. Seu pai sofre um AVC e passa a ter problemas de memória.

Com muito humor (e algum sarcasmo), o livro se desenvolve de forma rápida e, apesar de tratar sobre um assunto delicado, a escrita é leve e despretensiosa. 

Vale a pena ressaltar que a tradução do livro foi muito bem feita e o leitor consegue entender a ideia original do escritor a cada palavra e expressão.

Já ouvi rumores de que o livro será adaptado ao cinema e, com certeza, estarei na fila de estreia , pois imagino que será ótimo!!!

Ás vezes temos a sensação de que Doug nunca vai superar a morte da esposa, mas ele faz a única coisa possível  de se fazer nessa situação: tenta seguir em frente.

Com lições de vida e muito aprendizado, adorei o livro e super recomendo!




Clique aqui e adicione Como Falar Com um Viúvo no Skoob




17 de fevereiro de 2016

[Resenha] - Dias Perfeitos



Autor: Raphael Montes
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2014
Páginas: 280


O livro narra a história de Téo, um jovem estudante de Medicina com uma mãe que necessita muito de seus cuidados, por ser deficiente e por necessitar de uma cadeira de rodas.

Ele se apaixona perdidamente por Clarice, uma mulher com alma de artista, que valoriza ao extremo a própria liberdade. Envolvida na edição de roteiro de seu filme, Clarice, que tem um namorado, não corresponde às investidas de Téo.

É então que ele fica absolutamente obcecado por ela, se revolta e elabora um "plano" para que ela também passe a amá-lo.

Téo é um homem frio e calculista, capaz de qualquer coisa para conseguir o que deseja, até as mais inesperadas loucuras.

Clarice é tão sensível que não consegue sequer acreditar em seus sentimentos e pensamentos em algumas partes da trama.

O modo como o autor desenvolve a história é cheio de tortura psicológica, mas extremamente envolvente, não dá vontade de largar o livro por um minuto sequer.

Um romance com muito suspense e horror, que assusta a quem não está acostumado com o gênero e com o autor.

O cenário do livro é muito bacana, pois passa por várias localidades brasileiras, como Teresópolis e Ilha Grande.

A maldade de Téo impressiona e faz o leitor se perguntar se realmente existem pessoas assim no mundo real...



Apesar de não ser o meu tipo predileto de leitura, devorei em poucas horas e não sosseguei enquanto não terminei de ler. Me angustiei, fiquei com raiva de alguns personagens, depois com dó, meu coração ficou na boca com alguns acontecimentos, mas valeu a pena!

Infelizmente, o final me decepcionou um pouco, mas não posso deixar de dizer que traz uma lição de vida.

Fiquei muito orgulhosa pelo fato de o autor ser brasileiro, trata-se de um grande talento do nosso país! E mais: Raphael Montes nasceu em 1990, ou seja, por ainda ser jovem, torço para que tenhamos muitas histórias dele por aí!

Quote Preferido:

"Não preciso provar as coisas para saber que gosto têm."


Clique aqui e adicione Dias Perfeitos no Skoob.


16 de fevereiro de 2016

[Resenha] - Meus Desacontecimentos



Autora: Eliane Brum
Editora: Leya
Ano: 2014
Páginas: 144


Nesse livro forte, a autora narra sua própria história de vida, onde as palavras, dentro de sua cabeça, dos livros (que devora desde pequena) ou que ela mesma escreve, têm um papel principal.

Desde pequena, passou por muitas tragédias e acontecimentos, dentro da própria família e nas relações interpessoais, que ela descreve e passa para o leitor, o que pensou e sentiu no momento e quais conclusões tirou do ocorrido.

A autora nos conta que encontrou na escrita uma forma de continuar a viver.

A história tem diversas passagens densas, daquelas que exigem que o leitor pare por um tempinho para absorver as palavras, as cenas e as sensações para, só então, retornar à leitura.

A autora é de uma sensibilidade incrível e transporta o leitor para uma linguagem poética e, muitas vezes sofrida, sem deixar de ser concreta e real a todo instante.

Eu não a conhecia e, quando pesquisei sobre ela, descobri que se trata de uma jornalista brasileira super renomada, ganhadora de diversos prêmios por suas reportagens.

Leitura mais que recomendada!

Quotes Preferidos:


"Quinze anos depois, quando eu mesma me abri para parir uma menina loira de olhos azuis, me senti um vaso quebrado. Eu era cacos, mas meus sanguinolentos cacos de carne não formavam nenhum vitral."

"Quando a alma estala fingem que não sabem de onde vem a dor."

"Compreendi que ela tinha me roubado 7 cruzeiros e a inocência, mas que a nossa queda de braço ela já tinha perdido ao nascer."


Clique aqui, e adicione Meus Desacontecimentos no Skoob


(Crédito da foto para Claudia Vasconcelos, amiga e leitora!)




14 de fevereiro de 2016

[Resenha] - A Arte de Ouvir o Coração



Autor: Jan-Philipp Sendker
Editora: Paralela
Ano: 2013
Páginas: 253


O livro conta a história de um advogado bem sucedido de Nova York, que desaparece de repente sem deixar vestígios.

Júlia, sua filha, encontra uma carta de amor do pai para uma mulher da Birmânia, e resolve seguir essa única pista.

Ao chegar à Birmânia ela encontra um ancião, que diz saber toda sua história e a de seu pai também. Mesmo relutante ela resolve ouvir o que U Ba tem a contar.

A narração alterna presente e passado, em primeira pessoa por Júlia e em terceira por U Ba, contando o passado de Tin Win e Mi Mi.

O livro mostra uma Birmânia onde o povo acredita muito em previsões astrológicas e seguem tudo à risca. A mãe de Tin Win o teve em um sábado de dezembro, o que faria dele uma criança amaldiçoada.

Após a morte do marido, a mãe de Tin Win resolve abandoná-lo a própria sorte. O garoto é socorrido por uma vizinha, mas em uma manhã acorda completamente cego.

Tin Win é levado a um mosteiro, onde ele conhece Mi Mi, que possui uma deficiência nas pernas.



"A Arte de Ouvir o Coração" é a história de um amor lindo e puro, sem ciúmes, cobranças ou qualquer sentimento de possessão. Tin Win e Mi Mi se amaram e não viram restrição alguma, mesmo diante de suas limitações físicas.

A história é tocante e nos mostra o real sentindo do amor puro e verdadeiro. Não tem como não se emocionar com a história do casal.

Além de uma história de amor, nos faz refletir sobre o crescimento interior de cada um de nós, as dificuldades que podem sim, serem superadas. E o final me emocionou mais ainda.

Enfim, inspirador!

"A essência verdadeira das coisas é invisível aos olhos." pág. 99






12 de fevereiro de 2016

The Walking Dead - Retorno da 6ª Temporada [Curiosidades]



"Novo cartaz da série entrega Spoiler"

Com previsão de retornar nos EUA dia 14 de fevereiro, o cartaz da 6ª temporada da série aponta para um spoiler. A propaganda mostra Carl (Chandler Riggs), sem um dos olhos.

Como já é sabido por quem acompanha a série pelos quadrinhos, Carl levará um tiro, acidentalmente, de Douglas Monroe. A única coisa é que o tal personagem não existe na série; resta saber quem será o culpado nas telas.

Confira:



Considerando que o ator, que interpreta Carl, que também foi visto com o curativo no olho durante as filmagens, só nos resta aguardar o recomeço da temporada, e conferir os acontecimentos.

Vamos ficar de olho nas novidades!






9 de fevereiro de 2016

[Resenha Dupla] - Garota Exemplar


Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 446

Hoje vamos fazer algo diferente aqui no blog; eu e a Karla Samira vamos dividir com vocês nossa opinião em uma mesma resenha.

Garota Exemplar conta a história de Amy e Nick.

Ela é uma jovem rica e filha única de um casal de escritores, é mimada e com grande poder de manipulação.

Nick é um jornalista cultural.

Os dois vivem um casamento aparentemente  tranquilo, até que ficam desempregados e são obrigados a se mudarem para a cidade natal de Nick. A partir daí a relação começa a desandar, Nick sai muito à noite com os amigos, Amy reclama pela atenção do marido e fica cada vez mais difícil para ambos.

O ponto alto do livro começa quando Amy desaparece no aniversário de cinco anos de casamento; e Nick se transforma no principal suspeito.

A história é narrada sob duas perspectivas intercaladas, entre presente e passado. Nick, que descobre que sua esposa desapareceu e segue os dias a procura dela e de Amy, através de seu diário, onde retrata o casamento dos dois e as falhas do marido.

Pelo lado de Nick, acompanhamos a investigação sendo feita pelo desaparecimento. E pelo diário de Amy podemos voltar no tempo e saber mais sobre o relacionamento dos dois, que não parece ter sido tão bom quanto pensamos.



Opinião da Karla:
Nenhum dos dois assume sua real personalidade dentro do casamento, em minha opinião.
O casamento deles afunda, Amy se magoa com Nick e essa história se desenrola de uma maneira bastante inesperada, com uma profundidade psicológica quase inacreditável.
Não sou de ler muitos suspenses, mas esse eu gostei e recomendo!


Opinião da Fernanda:
Sou apaixonada por thrillers e esse foi um dos que mais ansiei para ler, devido a vários comentários que li a respeito.
Com o livro narrado ora por Nick e ora por Amy, conforme fui avançando na leitura, minha opinião divergia entre um e outro. No começo achei Nick totalmente culpado e depois uma Amy enigmática demais.
Garota Exemplar é um livro um pouco difícil de falar sem dar spoiler, por isso não vou prolongar minha opinião.
Essa foi minha primeira leitura da autora e eu adorei. O livro segue um ritmo em que você imagina várias coisas, e várias reviravoltas realmente acontecem. 
Mais que recomendado!



Adaptação Cinematrográfica:

Vale ressaltar que o livro foi adaptado para o cinema e ganhou ótimas crítica dos fãs.

Nós assistimos e ambas gostamos muito. O filme é bem fiel ao livro e apenas leitores mais atentos vão notar pequenas diferenças.







6 de fevereiro de 2016

[Cinema] - Meus Cinco Filmes Favoritos de 2015

Oiee
Fui desafiada pela Karla para escolher cinco filmes que mais gostei em 2015, como topo qualquer coisa relacionada a filmes, aqui estou eu para dividir minhas escolhas com vocês.

Não foi fácil selecionar apenas cinco, mas vamos às escolhas!

1º Lugar: Um Senhor Estagiário

Além de um filme ultra gostoso de assistir, tem Robert De Niro que adoro! O filme conta a história de um senhor aposentado que é contratado como estagiário em uma empresa de mora on-line, ele tem que se adaptar às novas tecnologias e ao mesmo tempo tenta passar toda sua experiência aos colegas mais jovens.
Super recomendo!


2º Lugar: O Pequeno Príncipe

Simplesmente fofo demais!
O filme é uma graça, com dois tipos de animação diferentes: stop motion e computação gráfica, o resultado ficou fantástico. Sensível, tocante e com uma trilha sonora maravilhosa, é um filme para refletir e se emocionar.


3º Lugar: Divertida Mente

A animação é linda, cheia de mensagens a passar e emocionante. Eu chorei muito! Toda a história se passa na mente de Riley, uma garota de 11 anos e que acaba de se mudar de Estado com seus pais. O filme aborda de maneira leve algo tão complexo como à transição entre a infância e a pré-adolescência. Vale muito a pena.


4º Lugar: Jogos Vorazes: A Esperança - O Final

Esse foi um dos mais esperados por mim, apesar de o terceiro livro não ter me agradado muito. O filme começa basicamente onde terminou o primeiro. Após assumir o papel de Tordo, Katniss, seus amigos e os habitantes do Distrito 13 entram em batalha contra a Capital e o presidente Snow. Há quem não gostou do final, mas eu achei que superou sim minhas expectativas e posso dizer que gostei mais do filme que do livro neste caso.


5º Lugar: O Exterminador do Futuro: Gênesis

Vou ser sincera, está longe de ser uma obra prima, mas a ação e a aventura garantem que você termine o filme satisfeito. Os efeitos são incríveis e eu senti certa nostalgia, por isso entrou para os cinco favoritos.


Enfim, é isso ai! Agora é só aguardar os lançamentos de 2016.




4 de fevereiro de 2016

[Resenha] - Baía da Esperança



Autor: Jojo Moyes
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2015
Páginas: 392


Tendo os capítulos narrados em primeira pessoa entre diversos personagens, Baía da Esperança nos traz quatro personagens principais: Kathleen, uma senhora dona de um antigo hotel na região; Liza, sua sobrinha que passou por um momento ruim; Hannah, filha de Liza e Mike, que viaja a trabalho para a construção de um resort.

Quando Mike parte de Londres para a pequena cidade litorânea a fim de conduzir a construção de um resort, pensava apenas na ascensão profissional e no lucro do negócio, porém estava longe de imaginar que o destino reservava algo novo e inesperado.

Liza é sobrinha de Kathleen, uma lendária caçadora de tubarões, é bastante cautelosa e com sua tristeza percebemos que seu passado esconde algo muito doloroso. Esse é o ponto forte da história, o segredo de Liza, que é bastante perturbador e chocante e quando se tem uma criança envolvida se torna mais complicado ainda.

“Quem pode saber o que se encontra por trás das escolhas do coração humano?”

Assim que os impactos da construção começam a afetar a vida das baleias e golfinhos, Mike e Liza entram em conflito. Mas Mike já não é mais o mesmo, ele passou a gostar dos moradores locais e se apaixonou. A questão é: como destruir aquilo que se passou a amar?

“Ás vezes coisas boas acontecem. Se tivermos fé.” 

As primeiras páginas do livro são um pouco cansativas, por isso minha nota foi de três estrelas. Outro ponto foi que, devido aos vários personagens narradores, faltou o desfecho de alguns e isso me incomodou um pouco.

Achei o livro meio fraco se comparado a outros que li da autora, um pouco clichê, no entanto, é um livro bom pra ser ler em uma tarde de descanso, sem grandes expectativas.

“Às vezes, uma mentira é a saída para causar o mínimo de dor a todos.” 




2 de fevereiro de 2016

[Editoras Parceiras] CHIADO

Essa terça-feira é um dia de comemoração para nós!

Sim, amigos e leitores do blog, hoje é dia de comemorar a parceria com a Editora Chiado e a chegada do primeiro livro da Editora.


Isso significa que nosso blog está começando a despontar, pois despertou o interesse dessa renomada editora! Agradeço muito pela confiança no blog e posso garantir que realizaremos um bom trabalho!


Em breve publicaremos a resenha de "Em busca das borboletas" - I volume!!!








© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo