10 de abril de 2017

[Homenageado do Mês] Monteiro Lobato




No mês de abril, o homenageado do Blog Pacote Literário é Monteiro Lobato, um importantíssimo autor brasileiro, famoso por suas obras infantis que integram o universo de quase todas as crianças do país.

Nascido em 18 de abril de 1882, sempre gostou de leitura. Na adolescência se dedicou ao estudo de Ciências e Letras e, mais tarde, em 1904, se formou em Direito.

Foi contista, ensaísta e tradutor, tendo, à época, atuado como promotor público. Mais tarde, tendo recebido herança de seu avô, tornou-se fazendeiro e, diante dessa nova proposta de vida, começou a publicar em jornais. Posteriormente, passou a editar livros no Brasil, atividade que, até então, era realizada apenas em Paris e Lisboa, o que teve como consequência a renovação da publicação de livros no Brasil.

Em 1908, casou-se com Maria Pureza da Natividade, com quem teve quatro filhos: Marta, Edgar, Guilherme e Rute.

De todos os seus personagens, os mais conhecidos são sem dúvida, os da turma do Sítio do Pica-pau Amarelo. A boneca que tem vida, Emília, com seus cabelos coloridos e a engraçada e bondosa Tia Anastácia são as mais queridas por todo o público do autor.

Algumas de suas obras:


O Sítio do Picapau Amarelo



Com certeza a obra mais conhecida do autor, O Sítio do Picapau Amarelo é uma série composta por 23 livros e vem atravessando gerações desde sua criação em 1920/1947, quando foi escrita.

O cenário principal da história se passa em um sítio, o Picapau Amarelo, da vovó Dona Benta. A idosa vive em companhia de sua neta Lúcia (Narizinho), a empregada Tia Nastácia e a espevitada boneca de pano, Emília.

Durante suas férias escolares, o neto de Dona Benta (Pedrinho) vem para o sítio, onde muitas aventuras e descobertas são passadas. Os personagens são inúmeros e a fantasia rola solta.

O autor utiliza de suas histórias passadas no sítio para passar vários aprendizados aos pequenos leitores.





Urupês


Livro de contos que tornou-se um clássico da literatura brasileira. Lançado em 1918 e ilustrado pelo próprio autor, o principal personagem é Jeca Tatu
O livro provocou muita polêmica por ser considerado um retrato injusto do caboclo. 



Cidades Mortas

Publicado em 1919, levava o subtítulo de Contos e Impressões e reunia trabalhos bastante antigos do autor.
Na obra Monteiro Lobato não mede as palavras e ataca o marasmo político-econômico de seu tempo. Cada conto descreve típicos personagens brasileiros, de forma engraçada e vários comportamentos.


.

3 comentários:

  1. Eu ADOREI esta homenagem.
    Gosto muito da obra do Monteiro Lobato. Ele embalou minha infância.
    Comprei um livro de contos dele e pretendo ler aos poucos. Vocês me animaram a começar a leitura :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Aaaaah
    Quem não se maravilhou na infância com as histórias do Sitio do Pica-Pau Amarelo não é? Acho que hoje em dia é um pouco esquecido de propagar as crianças estas histórias tão deliciosas. Deveriam fazer uma campanha maior em cima do autor para que as crianças desta geração conheçam as histórias e se encantem também.

    ResponderExcluir
  3. Amei o homenageado do mês!
    Sempre fico curiosa pra saber quem será o próximo, mas esse mês vcs arrasaram. Muitos tiveram sua infância e juventude embaladas por Monteiro Lobato.

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo