15 de março de 2018

[Resenha] Mapas do acaso

MAPAS DO ACASO - 45 variações sobre um mesmo tema
Autor: Humberto Gessinger
Editora: Belas Letras
Ano: 2011
Páginas: 144

SinopseNeste livro, Humberto Gessinger passa o passado a limpo, resgata momentos especiais da sua intimidade desde menino e conta novas velhas histórias dos Engenheiros do Hawaii, nunca antes publicadas. De Passo Fundo a Moscou, passando por "Esparta Alegre", lembranças de um futuro que ele imaginava dão forma a essas linhas conduzidas pelos mapas do acaso. Para saber qualé a dele e da sua poesia, que é pura grandeza a partir de coisas simples, é só embarcar... e seguir viagem...



O livro nos traz lembranças e revelações lindas desde o início da Banda Engenheiros do Hawaii, da qual Humberto Gessinger, além de vocalista, sempre foi principal compositor.

À frente da Banda por tantos anos e atualmente em carreira solo, Humberto reuniu memórias de viagens, turnês, de sua vida pessoal e, até mesmo, dos momentos que o inspiraram para escrever letra e compor melodia de suas músicas.



Quem conhece a banda ou o cantor sabe que estamos falando de músicas profundas que tocam no coração de quem ouve, letras fortes e questionadoras.

"Herdei a mesa de jantar onde minha avó acomodava os 10 filhos. No silêncio da minha casa, agora, tento ouvir o barulho dessas crianças girando o centro da mesa, pegando pedaços de pão, derrubando café com leite."

Através de crônicas muito bem escritas, narradas em primeira pessoa, conhecemos melhor a personalidade desse compositor que nos arranca suspiros em shows e apresentações em geral.

Ele mostra, ainda, muitas conexões e ligações entre assuntos que sequer imaginamos e, assim, nos faz refletir sobre nossas vidas e escolhas.

Particularmente, como fã do Humberto, só posso dizer que peguei um avião e viajei com ele por todos os lugares narrados, com água na boca para ter assistido a vários dos shows que ele menciona.


A edição da Editora Belas Letras está super colorida e impecável como sempre. Em papel especial, temos acesso a várias memórias através de fotos de momentos, detalhes e objetos importantes que fazem parte da história dos Engenheiros do Hawaii.

"Livros comprados, livros de biblioteca e livros emprestados são coisas completamente diferentes. Cada uma com seus atrativos. Os emprestados são os mais estranhos. Sempre trazem um pouco de catequese. Os olhos de quem emprestou vêm junto. A leitura carrega a perspectiva de um futuro diálogo: 'E aí, o que achou?'. Sem falar no pecado mortal que seria não devolvê-los. Tirando todo esse peso, há sempre o bom astral da atitude generosa."

Ao final do livro, a editora ainda nos brinda com os originais das letras de músicas dos Engenheiros do Hawaii e do Pouca Vogal (projeto delicioso desenvolvido por Humberto Gessinger com Duca Leindecker). Muitas delas com explicações interpretações feitas pelo próprio Humberto, partes que depois foram retiradas, frases diversas das que eles levaram a público e muito mais.

Se vale a pena ler? Super recomendo!!! Leitura mais que obrigatória aos fãs da banda, do rock nacional e da música brasileira em geral!



2 comentários:

  1. Oi Karla!
    Eu adoro os livros da Belas Letras, as edições são lindas e super caprichadas!
    Não li este, mas já coloquei na minha lista
    Adorei a dica, gosto muito destas leituras
    Ficou ótimo seu post
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que legal Karlinha! Não sabia que tinha livro dele. Eu amo as músicas dos Engenheiros e sei quase todas de cor. São muito profundas e são verdadeiros poemas. S2
    Bjks!

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo